Seleção Feminina encara Argentina no Torneio Uber Internacional nesta quinta

Nesta quinta-feira (29), às 21h30min, a Seleção Brasileira entra em campo para enfrentar a Argentina na estreia do Torneio Uber Internacional de Futebol Feminino. A competição, que também conta com a participação de Costa Rica e Chile, que jogam às 19h, está em sua nona edição. O Brasil já ganhou oito títulos e vai em busca de mais um diante de sua torcida no Estádio Pacaembu, em São Paulo.

 

O primeiro jogo da Seleção depois da Copa do Mundo será também o primeiro da técnica sueca Pia Sundhage a frente do Brasil. Ela foi apresentada no fim de julho e fez a convocação das 23 jogadoras que vão atuar no Torneio Internacional na última semana.

 

Antes da estreia, a treinadora precisou chamar duas atletas, já que a meio-campista Thaisa e a atacante Marta foram cortadas por lesão. As meias Aline Milene, da Ferroviária, e Victória Albuquerque, do Corinthians, foram integradas ao grupo.

 

Sobre o torneio

 

 

Soberano na competição, o Brasil chega nesta edição com sete títulos dos oito disputados. O único time que ficou com a taça além das brasileiras foi o Canadá, que venceu em 2010. O Torneio Internacional já passou por São Paulo, Manaus, Brasília e Natal.

 

Nas outras finais, as brasileiras derrotaram México, em 2009, Dinamarca, em 2011 e 2012, Chile, em 2013, Canadá, em 2015, e Itália, em 2016. Além disso, venceu levantou o troféu também em 2014, após empatar em 0 a 0 com os Estados Unidos e ter a melhor campanha.

 

O formato de disputa é simples: quatro seleções jogam em duas semifinais, uma seguida da outra. As vencedoras passam para a decisão, que será domingo. Quem perder jogará a disputa de terceiro lugar no mesmo dia.

 

 

Seleção Feminina - Treino no CT do São Paulo 280819Seleção Feminina – Treino no CT do São Paulo 280819
Créditos: Mauro Horita/CBF

O adversário

 

A Argentina é a atual vice-campeã dos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019, enfrentando a Colômbia na final. A equipe foi derrotada nos pênaltis após empate por 1 a 1 no tempo normal. As “hermanas”também estiveram na Copa do Mundo da França 2019, mas não passaram da primeira fase, terminando com dois empates e uma derrota.

 

Conhecida da torcida brasileira, a atacante Sole Jaimes, do Santos, é um dos principais nomes da equipe do técnico Carlos Borrello. Além disso, outras 16 atletas que venceram a medalha de prata em Lima também desembarcaram na capital paulista.

 

Fonte: CBF

Futebol