Seleção Brasileira Feminina goleia o México por 6 a 0 em jogo preparatório

Noite de muitos gols na Arena Corinthians. Ontem (12), a Seleção Brasileira Feminina se impôs diante do México e goleou por 6 a 0 no primeiro dos dois jogos preparatórios entre as equipes. Os gols da partida foram de Duda, Debinha, Bia Zaneratto (três vezes) e Millene.

 

O próximo teste entre a equipe comandada por Pia Sundhage e a seleção mexicana será no domingo (15), às 18h30, na Fonte Luminosa, em Araraquara (SP).

 

O jogo

 

O penúltimo teste da Seleção Feminina no ano começou com domínio total da equipe brasileira. Antes mesmo do primeiro minuto, Andressinha arriscou de fora da área e obrigou a goleira Emily Alvarado a jogar para escanteio. Na cobrança, Erika finalizou de cabeça, mas a defensora segurou. O poder ofensivo da Canarinho seguiu e, aos nove, saiu o gol de uma estreante. Pela primeira vez convocada e já titular pelo Brasil, Duda recebeu ótimo passe da esquerda de Debinha e chutou de canhota para fazer 1 a 0. Depois, Cristiane e Bia Zaneratto também levaram perigo, mas foram paradas na camisa 1 do México. O time adversário, que pouco criou, finalizou a primeira vez somente aos 38 minutos, em cobrança de falta, mas viu Letícia fez a defesa de uma cobrança de falta sem perigo. O domínio verde-amarelo continuou e, aos 40, Bia Zaneratto entrou na área e não foi parada pelas marcadoras, que acabaram se atrapalhando e devolvendo a bola. A camisa 16 aproveitou e rolou para Debinha fazer 2 a 0.

 

O poder ofensivo do Brasil foi o mesmo no segundo tempo. Aos dois minutos, Aline Milene recebeu cruzamento da esquerda e cabeceou com perigo à esquerda do gol. No lance seguinte, Gabi Zanotti tentou de primeira, mas a bola parou na defesa mexicana. Mas, aos 25, não teve jeito. Andressinha cruzou alto da direita, Gabi Zanotti cabeceou na segunda trave, e Bia Zaneratto só empurrou para o gol vazio: 3 a 0. Aos 37, a atacante marcou mais uma vez. A camisa 16 entrou na área pela meia-esquerda, se livrou da marcadora e chutou cruzado para fazer 4 a 0. O domínio brasileiro fez o placar aumentar aos 42, com Millene, que recebeu assistência de Bia e finalizou no canto da goleira mexicana: 5 a 0. O Brasil liquidou a fatura com Bia Zaneratto completando um hat-trick na noite. Aos 45, Andressinha cruzou da esquerda, e a atacante cabeceou no meio da área para fechar o marcador em São Paulo: 6 a 0.

 

Fonte: CBF

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Simone Jatobá convoca Seleção Feminina Sub-17 para período de treinos

A técnica Simone Jatobá anunciou, ontem (12), as 26 atletas convocadas para período de treinamentos com a Seleção Brasileira Feminina Sub-17. As jogadoras participarão de treinos na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), entre os dias 16 a 22 de dezembro.

 

A equipe brasileira se prepara para disputa do Campeonato Sul-Americano Feminino Sub-17, entre os dias 15 de abril a 3 de maio de 2020, na Venezuela.

 

Simone Jatobá convoca Seleção Feminina Sub-17 para período de treinos Simone Jatobá convoca Seleção Feminina Sub-17 para período de treinos
Créditos: CBF

 

Confira a lista completa:

Goleiras:
Gabriela – Chapecoense-SC
Stephanie – São Paulo-SP
Marina – Avaí/Kindermann-SC

Laterais:
Ana Clara – São Paulo-SP
Ravena – São Paulo-SP
Susan – Internacional-RS
Joyce – Corinthians-SP

Zagueiras:
Isabelle – Ferroviária-SP

Patrícia – Chapecoense-SC
Tatiane – Avaí/Kindermann-SC
Tainara – Verdes Mares Esporte Clube-CE

Meias:
Jamile – Vitória-BA

Laura – Santos-SP
Duda – São Paulo-SP
Louvain – Botafogo-RJ
Luiza – Fluminense-RJ
Goiás – Santos-SP
Luana – Santos-SP
Vitória – Corinthians-SP

Atacantes:

Lara – Fluminense-RJ
Gica – São Paulo-SP
Luany – Fluminense-RJ
Emelli – Vitória-BA
Laisa – Vitória-BA
Marília – Iranduba-AM
Bia – Internacional-RS

 

Fonte: CBF

Foto: Mariana Sá / CBF

Atletas que brilharam no Brasileirão e no Brasileiro Feminino foram premiados

A noite de ontem (9) foi muito especial para todo o futebol brasileiro. No salão do Píer Mauá, na Zona Portuária do Rio de Janeiro, o Prêmio Brasileirão 2019 celebrou as grandes estrelas do Campeonato Brasileiro. Troféus individuais e coletivos foram entregues aos maiores destaques do Brasileirão e do Brasileiro Feminino, com categorias idênticas para as duas modalidades.

 

Apresentada pelos atores Lázaro Ramos e Taís Araújo, a celebração marcou o fim da temporada do futebol brasileiro e reuniu mais de 700 convidados e contou com os shows de Dudu Nobre e da banda Skank. Foram entregues, ao todo, 44 prêmios entre os homenageados do Brasileirão e do Feminino A-1. Navegue nas listas abaixo e confira as seleções da temporada:

 

Brasileirão Feminino A-1

 

Prêmio Brasileirão 2019Prêmio Brasileirão 2019
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Luciana – goleira da Ferroviária

Fabiana – lateral direita do Internacional

Érika – zagueira do Corinthians 

Pardal – zagueira do Corinthians

Tamires – lateral esquerda do Corinthians

Aline Milene – meia da Ferroviária

Maglia – meia da Ferroviária

Gabi Zanotti – meia do Corinthians

Victória – meia do Corinthians

Milene – atacante do Corinthians

Glaucia – atacante do Santos

Brasileirão Masculino

Prêmio Brasileirão 2019Prêmio Brasileirão 2019
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

 

Santos – goleiro do Atlético Paranaense

Rafinha – Lateral direito do Flamengo

Rodrigo Caio – zagueiro do Flamengo

Pablo Marí – zagueiro do Flamengo

Filipe Luís – lateral esquerdo do Flamengo

Bruno Guimarães – meia do Atlético Paranaense

Gerson – meia do Flamengo

Everton Ribeiro – meia do Flamengo

Arrascaeta – meia do Flamengo

Bruno Henrique – atacante do Flamengo

Gabriel Barbosa – atacante do Flamengo 

O evento

Os convidados foram chegando para a festa no início da noite. No tapete vermelho, craques acostumados a desfilar talento e categoria dentro de campo também mostraram muito estilo e elegância fora deles. Com a cerimônia marcada para começar a partir das 20h30, os convidados que chegaram mais cedo puderam curtir o show do sambista Dudu Nobre.

 

Também foram lembrados os grandes campeões nacionais da temporada. Representantes de Flamengo (Série A), Bragantino (Série B), Náutico (Série C), Brusque (Série D), Ferroviária (Feminino A-1) e São Paulo (Feminino A-2) foram convidados ao palco para receber seus respectivos troféus pela conquista do Campeonato Brasileiro.

 

Entre as premiadas do Brasileiro Feminino A-1, o destaque maior ficou para as atletas de Corinthians e Ferroviária, que dividiram os votos e tomaram conta da seleção do campeonato. Apenas duas jogadoras não pertenciam a algum dos clubes: a lateral Fabiana, do Internacional, e a atacante Gláucia, do Santos. O restante da equipe foi formado por jogadores dos dois times finalistas. A melhor técnica foi Tatiele Silveira, também da Ferroviária.

 

Mas a grande homenageada da noite pelo futebol feminino foi a atacante Millene, do Corinthians. Ela foi chamada ao palco três vezes ao longo da noite: para receber seus prêmios de melhor atacante, artilheira (19 gols) e craque do campeonato. Situação parecida viveu Bruno Henrique, do Flamengo, que foi premiado como melhor atacante e craque do Brasileirão.

 

O Fla, por sinal, dominou quase completamente a seleção da Série A. Foram nove representantes no time ideal, que teve apenas Santos e Bruno Guimarães, do Athletico Paranaense, como os não flamenguistas selecionados. O Flamengo também brilhou entre os outros prêmios individuais. Apenas o Goiás quebrou o domínio rubro-negro, com a escolha do jovem Michael para receber o troféu de Revelação do Brasileirão 2019.

 

Cada seleção foi chamada separadamente ao palco, de forma que as duas competições foram tratadas de uma maneira igualitária dentro da premiação.

 

Ao longo da cerimônia, convidados ilustres foram chamados ao palco para entregar os troféus para os premiados. Entre eles, ninguém menos que a lenda Zagallo. O ídolo brasileiro e a técnica da Seleção Feminina, Pia Sundhage, entregaram os prêmios de melhores treinadores para Tatiele, da Ferroviária, e Jorge Jesus, do Flamengo.

 

A iniciativa também promoveu o encontro entre o passado, o presente e o futuro do futebol brasileiro. Foi assim que Careca e Gabigol estiveram juntos no palco. O mesmo aconteceu quando Adriano, o Imperador, participou da celebração dos dois Craques da Galera, eleitos por votação popular: Everton Ribeiro e Larissa, ambos do Fla.

 

Prêmio Brasileirão 2019Prêmio Brasileirão 2019
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

 

Prêmio Brasileirão 2019Prêmio Brasileirão 2019
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

 

Prêmio Brasileirão 2019Prêmio Brasileirão 2019
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

 

Prêmio Brasileirão 2019Prêmio Brasileirão 2019
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

 

 

Prêmio Brasileirão 2019Prêmio Brasileirão 2019
Créditos: Gilvan Souza/CBF

Fonte: CBF

 

Continue reading “Atletas que brilharam no Brasileirão e no Brasileiro Feminino foram premiados”

CBF presenteia clubes campeões e arbitragem com carros da Fiat

A CBF preparou uma surpresa para os clubes campeões da temporada 2019 do Brasileirão e para os melhores árbitros da competição. Durante a cerimônia de ontem à noite (9), os apresentadores Thais Araújo e Lázaro Ramos revelaram que a entidade presentearia cada um com carro Fiat zero quilômetro.

 

– Cada campeão vai levar para o seu clube um Fiat Cronos zero quilômetro. E o vice-campeão receberá um Fiat Mobi zero quilômetro. O melhor árbitro principal levará um Fiat Cronos também e os assistentes e o melhor VAR receberão um Fiat Mobi – explicou Thais.

 

Uma convidada especial fez a entrega simbólica da chave dos veículos aos campeões: a garota propaganda da Fiat, estrela da televisão brasileira, Paola Oliveira. Os presidentes de Brusque Futebol Clube, Náutico Capibaribe, Bragantino e Clube de Regatas do Flamengo receberam as chaves simbólicas no palco da premiação.

 

Já o quarteto com os melhores árbitros da temporada também recebeu as chaves da mão de Paola Oliveira: Wilton Pereira Sampaio, melhor árbitro, Bruno Boschilia e Fabrício Vilarinho, melhores árbitros assistentes, e o melhor árbitro de vídeo, Rodrigo Guarizo.

 

Fonte: CBF

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Prêmio Brasileirão 2019 reunirá craques do masculino e feminino

Está chegando a hora da grande festa do futebol brasileiro. Nesta segunda-feira (9), as grandes estrelas se encontrarão no Prêmio Brasileirão 2019. A cerimônia reunirá craques da Série A e do Feminino A-1, na Zona Portuária do Rio de Janeiro. O evento será no Píer Mauá (Armazém 2), na Avenida Rodrigues Alves, 4.

 

A festa contará com prêmios individuais para os destaques das duas competições. Pela primeira vez, atletas do futebol masculino e feminino terão o mesmo número de prêmios em disputa. Eis as categorias:

Melhor goleiro
Melhor lateral-direito
Melhor zagueiro
Melhor zagueiro
Melhor lateral-esquerdo
Melhor volante
Melhor volante
Melhor meio-campista
Melhor meio-campista
Melhor atacante
Melhor atacante
Melhor técnico
Craque do Brasileirão
Craque da Galera
Revelação
Gol mais bonito

 

Os portões serão abertos às 18h30min para a premiação, que já se tornou uma tradição no calendário do futebol brasileiro. Antes do início, os convidados poderão curtir um show do sambista Dudu Nobre. A cerimônia está marcada para começar às 20h30min. A celebração marca o fim de uma temporada memorável do nosso futebol.

 

– O Prêmio Brasileirão celebra de maneira brilhante a temporada de competições no País do Futebol. Vamos festejar os melhores de 2019 no feminino e no masculino, homenageando quem fez a festa do torcedor brasileiro. Estamos levando o evento a um novo patamar e receberemos os convidados e a imprensa em um ambiente fantástico – afirmou o presidente da CBF, Rogério Caboclo.

 

Fonte: CBF

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Clube Curitibano vence Campeonato Brasileiro Juvenil de Natação 2019

O Clube Curitibano é o vencedor Campeonato Brasileiro Interclubes Juvenil de Natação – Troféu Carlos Campos Sobrinho de 2019. A competição foi realizada na piscina do Clube de Natação e Regatas Álvares Cabral, em Vitória, no Espírito Santo.

 

+ Veja todos os resultados

 

+ Quadro de medalhas

 

+ Recordes

 

 

Em uma pontuação apertadíssima e decidida apenas no último dia, o Clube Curitibano levou a melhor com 1695 pontos e depois de somar 29 medalhas durante toda a competição. O Minas Tênis Clube terminou na segunda colocação com 1686 e o SESI-SP foi o terceiro colocado na classificação geral da competição com 1524 pontos.

 

“Foi um trabalho excepcional de muita gente envolvida. Da diretoria do clube, passando pelos pais, por essa galera (comissão técnica) até chegar aos atletas que foram brilhantes na competição. Quero agradecer muito a todos e agora vamos comemorar”, disse o treinador representante do Curitibano, Ken Sorgi.

 

Na premiação para os melhores índices técnicos, Stephanie Balduccini, do Paineiras, foi o grande destaque do juvenil 1. No juvenil 2, Fernanda Celidonio, do Minas Tênis Clube, foi a atleta premiada. Entre os homens, Stephan Steverink, da AABB, com seus diversos recordes na competição foi o melhor índice técnico no juvenil 1. Na premiação entre os mais velhos, Raphael Rached foi o vencedor.

 

 

Já na classificação do Troféu Atleta Eficiente, Stephanie Balduccini, do Paineiras, apareceu novamente com a maior pontuação entre as atletas do juvenil 1. Entre as atletas mais velhas, Nichely Brandão Lysy, do Minas Tênis Clube, levou o troféu para casa. No juvenil 1 masculino, Stephan Steverink foi o atleta mais eficiente. Entre os atletas do juvenil 2, Gustavo Saldo foi o vencedor.

 

De acordo com o gerente de Natação da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, Gustavo Otsuka, os atletas foram brilhantes neste Campeonato Brasileiro Interclubes Juvenil de Natação – Troféu Carlos Campos Sobrinho e destacou os recordes batidos na piscina do Clube de Natação e Regatas Álvares Cabral.

 

“Os garotos e garotas tiveram desempenhos brilhantes aqui em Vitória. Vimos atletas que certamente farão parte da seleção brasileira em edições de Campeonatos Mundiais e Jogos Olímpicos. O nosso objetivo é fazer com que esses atletas que disputaram o Campeonato Brasileiro tenham uma base muito boa para chegar a competições internacionais”, falou.

 

O Campeonato Brasileiro Interclubes Juvenil de Natação – Troféu Carlos Campos Sobrinho é uma realização da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, em parceria com a Federação Aquática Capixaba, em parceria com o Clube de Natação e Regatas Álvares Cabral e com o Comitê Brasileiro de Clubes.

 

Fonte: CBDA

Seleção Brasileira Sub-15 bate o Paraguai por 2 a 0 e vai encarar a Argentina

Na noite de ontem (5), o Brasil bateu o Paraguai por 2 a 0 e carimbou a vaga para a grande final do Sul-Americano Sub-15. No Estádio General Díaz, em Assunção, Arthur e Daniel marcaram os gols da classificação brazuca. Na disputa pela taça, a Canarinho terá pela frente o clássico contra a Argentina, no próximo domingo (8). Diante dos ‘hermanos’, a Seleção Brasileira vai em busca do quinto título do torneio.

 

O Brasil chega à decisão embalado pela campanha na fase de grupos, onde terminou líder do Grupo A, somou 10 pontos e marcou 13 gols, e pela boa atuação na semifinal justamente contra os donos da casa.

 

O jogo

 

A tensão do mata-mata tomou conta dos primeiros minutos de jogo no Estádio General Díaz. Mas aos poucos, a Seleção Brasileira foi se encontrando dentro de campo e passou a ditar o ritmo da partida. A primeira chance veio aos 12 minutos com Ângelo. O camisa 11 saiu em velocidade, invadiu a área e bateu firme para boa defesa do goleiro paraguaio. A Canarinho seguiu insistindo até que, aos 25, Arthur aproveitou cruzamento de Sávio para fazer 1 a 0. Na marca dos 28, após cobrança de escanteio, Matheus Nascimento fez o desvio e Andrey quase anotou o segundo. Do outro lado, o Paraguai teve dificuldades para furar a boa defesa do Brasil. Julio Enciso e Franciso Morel arriscaram para o time da casa, mas esbarraram na falta de pontaria e nas mãos de Mycael.

 

Correndo atrás do prejuízo, o Paraguai ensaiou uma pressão logo no início do segundo tempo, mas a Seleção Brasileira manteve a boa marcação e frustrou as tentativas do adversário. Querendo o segundo para sacramentar a classificação, o Brasil foi para cima e teve boas chances de marcar com Matheus Nascimento e Robinho. Aos 31, foi a vez de Daniel aparecer para a Canarinho. O camisa 21 recebeu lançamento na esquerda, cortou para meio e chutou no cantinho para ampliar o marcador: 2 a 0. Com a vantagem, a Seleção soube controlar o jogo até o apito final para se garantir na grande decisão do torneio.

 

Vasco empata com Bahia e prepara despedida do Brasileirão

Enquanto Vanderlei Luxemburgo concedia entrevista coletiva após o empate em 1 x 1 com o Bahia, o número de sócios do Vasco aumentava. Menos de 12 horas depois do confronto em Salvador, o clube ultrapassava a marca de 160 mil sócios-torcedores.

 

A mobilização dos vascaínos fora de campo vem contagiando o elenco cruzmaltino. Mesmo sem a zaga titular – Guarín e Rossi -, o Vasco foi valente na Fonte Nova. O jogo era equilibrado até o pênalti cometido por Ricardo Graça em cima de Gilberto, aos 44 minutos do primeiro tempo. O zagueiro recebeu cartão vermelho e o atacante abriu o placar para os donos da casa.

 

Antes, o Vasco teve um pênalti a seu favor assinalado pelo árbitro Felipe Fernandes de Lima, mas o VAR foi acionado e a marcação foi anulada. Vanderlei Luxemburgo comentou os lances de penalidade máxima.

 

“Acho que não foi pênalti para a nossa equipe, realmente nosso jogador forçou a barra, está claro que não foi pênalti. Mas a rigorosidade dele de achar que, além de dar o pênalti para o Bahia, tinha que expulsar meu jogador e dar cartão amarelo para outro, me prejudicou três vezes. Deu o pênalti, tudo bem. Agora expulsar o Ricardo, que não consegue perceber que o Gilberto tá chegando, não teve a intenção de machucar o Gilberto. Tem que ver se foi intenção ou imprudência. O árbitro tirou o Ricardo daqui e tirou o Richard do próximo jogo com o cartão amarelo. O pênalti se ele quis dar, tá tudo bem”.

 

Na segunda etapa, o técnico vascaíno mexeu na equipe e recheou o time com jogadores de meio-campo. Deu certo. Mesmo com um a menos, o Vasco “cozinhou” a partida até a expulsão de Arthur Caíke, do Bahia, aos 36 minutos, pelo segundo cartão amarelo. Três minutos depois, veio o empate cruzmaltino. Bela jogada pela esquerda, toque de Gabriel Pec para o meio e Marrony marcou. O time do Rio ainda pressionou no fim, mas o Bahia segurou o empate. Para Vanderlei Luxemburgo, o resultado foi justo.

 

“No primeiro tempo o Bahia mereceu a vitória. Nós entramos hoje sem zagueiro porque o Bocanegra e o Castán estão próximos de uma lesão e tivemos que deixá-los no Rio. O Ricardo foi expulso e tivemos que improvisar, botar o Richard como zagueiro. No segundo tempo fizemos uma linha de quatro e ficamos amarrando o jogo com a técnica para ver se conseguíamos igualar em um contragolpe, ou então em uma expulsão, como aconteceu com o segundo cartão. Acho que o resultado foi justo por aquilo que fizemos no segundo tempo e pelo o que Bahia fez no primeiro”.

 

O último compromisso do Vasco no ano será no domingo (8), contra a Chapecoense, no Maracanã. A expectativa é de cerca de 70 mil torcedores presentes. E como a empolgação cruzmaltina não pode parar, a cantora Lexa irá se apresentar no estádio. Além disso, o clube anunciou promoção de duas cervejas por R$ 10,00. Quem não conseguir ingresso para o jogo, poderá se despedir do elenco em 2019 um dia antes. O presidente Alexandre Campello anunciou que o treino de sábado (7), às 10h, será aberto à torcida. O técnico Vanderlei Luxemburgo convocou os vascaínos.

 

“Nós queremos agradecer o torcedor do Vasco. Domingo tem jogo, mas vou convidar o torcedor do Vasco ao treinamento, mas levando um quilo de alimento não perecível. Nós agradecemos a presença deles em São Januário, mas também com uma ajuda a quem precisa de uma ajuda”.

 

Vasco e Chapecoense se enfrentam às 16h, no Maracanã. Atualmente na 13ª posição do Campeonato Brasileiro, o Cruzmaltino pode chegar à 10ª colocação se vencer a partida domingo (8) e se Goiás e Atlético-MG não conquistarem os três pontos.

 

Fonte: Agência Brasil

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

Athletico-PR bate o Santos com gol de Marco Ruben; Corinthians derrota Ceará

O Athletico-PR derrotou o Santos por 1 a 0, ontem (4), na partida que abriu a 37ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

O gol da vitória saiu no primeiro minuto da etapa final. O atacante argentino Marco Ruben fez de peixinho após cruzamento de Rony.

 

Este foi o último gol do argentino pela equipe paranaense na Arena da Baixada, isso porque o Athletico não exerceu a opção de compra do jogador, que sairá ao final da temporada.

 

Triunfo em Minas

 

Quem também venceu em casa foi o Atlético Mineiro. Jogando no Mineirão, derrotou o Botafogo por 2 a 0.

 

O primeiro gol da partida saiu aos 40 minutos do primeiro tempo. O meia equatoriano Cazares recebe na direita, se livra de um defensor e toca para o volante Jaílson dominar e chutar rasteiro.

 

O segundo sai aos 23 da etapa final. Patric cruza e o atacante Luan cabeceia da pequena área para ampliar.

 

A vitória garante uma vaga na próxima edição da Copa Sul-Americana para o Atlético.

 

Vitória de visitante

 

Um visitante que venceu na rodada foi o Corinthians. A equipe paulista foi ao Castelão e derrotou o Ceará por 1 a 0 graças a gol do centroavante Gustavo aos 36 minutos.

 

Com este resultado o Corinthians garante presença na próxima edição da Copa Libertadores.

 

Fonte: Agência Brasil